topo

História
História

Voluntariado na origem

Fundada em 30 de outubro de 1947, a Organização das Voluntárias de Goiás surgiu da iniciativa de um grupo de mulheres ligadas à Igreja Católica. Idealizada por Ambrosina Coimbra Bueno, então primeira-dama do Estado (esposa de Jeronymo Coimbra Bueno), a instituição foi administrada, em seus primeiros anos de existência, pela Arquidiocese de Goiás – não havia a Arquidiocese de Goiânia à época.

Era “um órgão de auxílio voluntário aos hospitais, maternidades, orfanatos e demais entidades de assistência social”, conforme consta do Diário Oficial publicado em novembro de 1947 e assinado por Ambrosina Coimbra Bueno.

Dom Fernando Gomes dos Santos, então arcebispo de Goiânia, determinou que Dom Antônio Ribeiro de Oliveira, na época bispo auxiliar, fosse o responsável pela entidade, função que exerceu durante vários anos.

Inicialmente, as atividades da denominada Organização das Voluntárias de Goiânia – filiada à Organização das Voluntárias, com sede na capital federal - foram as ações de caráter voluntário, voltadas ao atendimento de necessidades emergenciais de famílias de baixa renda.

O grupo de mulheres ligadas à Arquidiocese, comandado por Ambrosina Coimbra Bueno, se reunia na Rua 19, no Centro, na antiga Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, para costurar enxovais para bebês, roupas de cama e uniformes escolares, que posteriormente seriam doados. O trabalho era feito em reuniões semanais com máquinas emprestadas.

Pioneirismo

Dona Gercina Borges Teixeira, mulher do fundador de Goiânia, Pedro Ludovico Teixeira, foi a pioneira no trabalho de assistência social em Goiás. Trabalho este marcado pela bondade e determinação.

Até a década de 1960, a Organização continuou sob a coordenação da Igreja Católica, mas vale o registro das primeiras-damas que se sucederam: Luzia Silva Duarte (1954 a 1955), Iracema Caldas Almeida (1955 a 1959), Alda Ferreira (1959 a 1961) e Maria de Lourdes Estivallet Teixeira (1961 a 1964).

Como forma de garantir mais visibilidade às ações da instituição, em 1966, a Arquidiocese de Goiânia transferiu o controle da entidade às primeiras-damas estaduais. Surgem, assim, as primeiras presidentes da OVG (leia mais em Galeria).

SIGA A OVG NAS REDES SOCIAIS

Rua T-14, n° 249, Setor Bueno, Goiânia-GO, 74.230-130

© Copyright 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento