Notícias
Fabrina Müller visita Meninas de Luz
16/05/2018 18h35 - Atualizado em 18/05/2018 11h44

 Marcondes Franco Filho

   A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Fabrina Müller, visitou na tarde de quarta-feira, 16, o Centro Social Dona Gercina (CSDG), em Campinas, para conhecer a rotina do atendimento prestado pelo Programa Meninas de Luz a adolescentes e jovens grávidas filhas de famílias de baixa renda. Ela percorreu as instalações do imóvel onde é desenvolvido o programa, conversou com as gestantes da nova turma que começou nesta quarta-feira a frequentar o Centro Social e se inteirou de todas as etapas do programa e detalhes do seu funcionamento.

   O roteiro da visita incluiu desde a sala de atendimento médico e odontológico às oficinas de artesanato, salão de convivência e de cuidados com o bebê, passando pelo local onde são realizadas palestras sobre temas como saúde da mãe e do bebê, pré-natal, amamentação, planejamento familiar e outros. Fabrina Müller também teve informações de como ocorre o processo de interiorização do programa, que já foi levado a seis municípios goianos.

Segurança

   Nesse processo, a OVG realiza o treinamento prévio dos técnicos da prefeitura, além de acompanhar o trabalho e doar kits de enxovais para bebês. Cabe ao município fornecer o local onde ocorrerá o atendimento. “É um projeto lindo que precisa ser levado a um número maior de municípios, por conta de uma realidade que afeta muitas adolescentes que enfrentam situações difíceis. As ações do Meninas de Luz têm o objetivo de empoderar as gestantes para que elas se sintam mais seguras e confiantes para a maternidade. São iniciativas simples que podem mudar a vida dessas meninas”, afirmou a presidente de honra da OVG.

   Fabrina Müller quis saber detalhadamente todos os procedimentos, como a questão socioeducativa, as ações de atenção à saúde que inclui uma rede de ajuda com diferentes áreas de atuação profissional, o aspecto psicológico e a preservação dos vínculos familiares, vacinação, educação sexual e direitos do cidadão, bem como o estímulo de volta à escola. O Meninas de Luz foi criado em 1999 e realiza cerca de 660 atendimentos por ano, incluindo jovens vítimas de exploração sexual e violência.

   Natália Andrade, de 20 anos, grávida de 6 meses, aproveitou o primeiro dia no programa para fazer a ficha de encaminhamento para exame pré-natal. “Acho que estou começando com o pé direito, estou muito contente”, disse. Geovana Rodrigues, também de 20 anos e grávida de 3 meses, se entusiasmava com a pintura da farmacinha na sala de artesanato. A farmacinha é uma caixa de madeira, devidamente pintada e enfeitada pelas gestantes para guardar os medicamentos e objetos do bebê. Ela usava a tinta azul, sem receio. “Acredito que será homem, tenho certeza”, observou, mesmo sem ter feito o teste para conhecer o sexo da criança.

 

Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional

(62) 3201-9482 / 3201-9415

www.ovg.org.br

SIGA A OVG NAS REDES SOCIAIS

Rua T-14, n° 249, Setor Bueno, Goiânia-GO, 74.230-130

© Copyright 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento