Notícias
Delegada do Idoso orienta frequentadores em Centro de Convivência da OVG
 
 
Karinthia Wanderley

       Maus-tratos físicos e psicológicos, abandono, exploração financeira. Esses tipos de violência são frequentes contra idosos. Para alertar sobre esses crimes, orientar como proceder se for vítima de um deles e estimular as denúncias, a titular da Delegacia do Idoso de Goiânia, Ana Lívia Paiva, proferiu palestra nesta sexta-feira, 31 de agosto, no Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais, unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).

        “Infelizmente os crimes contra a pessoa idosa são frequentes. Recebemos cerca de 20 denúncias diariamente, principalmente de maus-tratos físicos, psicológicos e exploração financeira. Queremos que vocês sejam multiplicadores e que denunciem se forem vítimas ou se conhecerem algum vizinho, parente que está sofrendo algum tipo de agressão”, pontuou a delegada, ao acrescentar que aproximadamente 500 inquéritos de algum tipo de violência contra o idoso estão em andamento.

       Segundo Ana Lívia, os crimes ocorrem frequentemente com pessoas da família, como filhos e netos. “É comum fazerem ameaças psicológicas para conseguirem o dinheiro da aposentadoria. E é importante lembrar, que o dinheiro do idoso deve ser gasto com ele ou com o que ele desejar. Apropriar-se do recurso do idoso também é crime”, alerta.

      A titular ressalta que qualquer pessoa pode denunciar no Disque-Denúncia, pelo telefone: 3201. 15 01, ou ir à Delegacia do Idoso de Goiânia, que fica na Rua 227, qd. 67, lote 17 – Setor Leste Universitário. “Eles contribuíram tanto ao longo de sua vida e devem ser bem tratados. Com muito pouco podemos ajudar: um carinho, uma conversa, um passeio que fazemos com nossos pais, avós, tudo contribui para melhorar a qualidade de vida deles. Queremos plantar essa semente”, destaca.

      Frequentadora da unidade, Ana Gomes de Oliveira, 67 anos, ouviu atentamente as explicações. Mãe de cinco filhos, disse que nunca sofreu agressões de nenhum familiar, mas que gostou de saber que poderá denunciar caso presencie o crime. “Sempre fui muito bem tratada, graças a Deus. Não sabia que existia uma delegacia do idoso. Já anotei o número e se presenciar algum tipo de violência vou ligar”, garante.

      Confraternização – Após a palestra, colaboradores e frequentadores entraram em clima de festa e cantaram parabéns aos aniversariantes do mês e participaram de sorteio de brindes. A titular do Departamento de Rede Sociassistencial, Maria Aparecida Ferreira e a coordenadora da unidade, Ana Celina Nascimento, estiveram presentes nas comemorações.

      Inaugurado em 2015, o Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais  contribui para interação social, troca de experiências e valorização dos idosos. Oferece atividades gratuitas como treinamento funcional, cozinha terapêutica, inclusão digital, dança, teatro, coral, teclado, atividades laborativas, oficina de beleza, roda de conversa e momentos lúdicos, sessão de cinema e atividades pedagógicas. O atendimento conta com equipe multidisciplinar, formada por pedagogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, assistente social e psicólogo.

Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional

(62) 3201-9482 / 3201-9415

www.ovg.org.br

 

  links relacionados

SIGA A OVG NAS REDES SOCIAIS

Rua T-14, n° 249, Setor Bueno, Goiânia-GO, 74.230-130

© Copyright 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento