Notícias
Evento destaca mulheres que venceram desafios

     Marcondes Franco Filho

     O evento Mulheres Inspiradoras, organizado pela Secretaria de Cultura de Goiás, foi realizado na manhã desta sexta-feira, 15, na Vila Cultural Cora Coralina e reuniu protagonistas de iniciativas reconhecidas como exemplos da força e ousadia da mulher como agente transformador de realidades e de prova do potencial feminino para superar barreiras. Diante do governador Ronaldo Caiado, da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, e da diretora geral da Organização, Adryanna Melo Caiado, mulheres que realizam ações humanitárias, criativas e solidárias nas comunidades em que atuam deram depoimentos emocionados sobre suas vidas e o trabalho que as tornaram especiais. Elas falaram durante uma roda de conversa, com mediação da secretária de Comunicação, Valéria Torres.

     O governador afirmou que está trabalhando para reorganizar o Estado para que possa atender adequadamente as demandas da população goiana. Referindo-se às participantes da roda de conversa organizada pelo evento, Caiado destacou que o Governo precisa se inspirar nos exemplos de superação de mulheres corajosas como as que foram convidadas para o encontro desta sexta-feira “para reconstruir o Estado com a união e apoio de todos os goianos”. Acompanhado da presidente de honra e da diretora-geral da OVG, ele conheceu a exposição de pinturas no local e falou sobre os planos para fomentar a cultura em Goiás.

     Após ouvir o depoimento de Milena Curado, uma das participantes dos debates e que desenvolve projeto de bordados com detentos na Cidade de Goiás, Gracinha Caiado disse que admirava daquelas que não mediam esforços para realizar ajuda humanitária. “Vocês são mulheres corajosas, guerreiras e determinadas. Isso é mesmo inspirador e me enche de orgulho ver tantas ideias de sucesso”. Ao final do evento, Gracinha Caiado visitou a feira de bordados da OVG, com peças confeccionadas pelas bordadeiras do Centro de Convivência Norte Ferroviário, unidade mantida pela Organização. Animada, ela participou das atividades culturais constantes da programação, entre elas, a alegre e folclórica dança circular.

Depoimentos

      Dona Eva, de 80 anos, a laboriosa parteira dos kalunga, responsável por mais de 280 partos na comunidade, que habita o Nordeste goiano, contou que sua missão foi uma dádiva de Deus. “Eu trabalhava na roça durante o dia e, à noite, quando punha a panela no fogo para fazer a janta, aparecia alguém me chamando às pressas porque uma criança estava perto de nascer. E lá ia eu de novo fazer um parto”. Eva, que também é benzedeira e rezadeira, dá a receita do que considera mais valioso na vida: “O mais importante de tudo é ser feliz”.

     O relato da empresária Milena Curado, responsável pelo projeto Cabocla Bordando Cidadania, dá conta de como conseguiu atrair os presos da cadeia da cidade para a tarefa eminentemente feminina. Se acordo com ela, no começo eram cinco mulheres detentas envolvidas no projeto. “Mas, nos finais de semana, durante as visitas, elas ensinavam os maridos a bordar, de olho no dinheiro que teriam nesse trabalho, além da remissão de pena. Os primeiros homens foram os multiplicadores dessa ação e hoje temos fila de presos interessados em aprender a bordar por causa principalmente da renda que terão”, explicou.     

     O evento Mulheres Inspiradoras, dentro da programação do Mês da Mulher, teve as participações também da motorista Lucília Fernandes, que dedica seu tempo livre à recuperação de cães abandonados; a Cadete da Polícia Militar (PM) Andreia Guimarães, que se formou em Direito estudando em livros que seu marido gari recolhia na rua; a harpista Aline Araújo, da Orquestra Jovens Artistas; e Dona Macilene, que oferece apoio a um grupo de pacientes de fibromialgia, criado por ela, também acometida pela doença.               

    Após a Roda de Conversa, houve show com Maria Eugênia e Luís Chaffin; Dança Circular com a professora Cristina Bonetti; palestra sobre empreendedorismo “Bordando Cidadania”, com Milena Curado, apresentação do Coral da Saneago; performance “Mulheres”, do Grupo Experimental de Teatro Ciranda da Arte, abordando o empoderamento feminino e recital de música brasileira, com temática feminina, pelo grupo Os Menestréis, do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte.

   

           

Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional

(62) 3201-9482

www.ovg.org.br

                                           

SIGA A OVG NAS REDES SOCIAIS

Rua T-14, n° 249, Setor Bueno, Goiânia-GO, 74.230-130

© Copyright 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento