Notícias
OVG é exemplo de atenção às adolescentes grávidas

Elisângela Vieira Santos

Brasil comemora, de 1º a 7 de fevereiro, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez Precoce. Programa Meninas de Luz  atendeu, só em 2019, uma média mensal de 337 jovens gestantes, incluindo pós-parto e familiares

  

    O desenvolvimento de ações educativas, de saúde e o fortalecimento dos vínculos familiares voltadas às adolescentes grávidas estão entre as iniciativas da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e do Governo de Goiás. Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) indicam que em 2019 quase 12 mil jovens ficaram gestantes no Estado.

     O número chama a atenção neste período em que se comemora a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez Precoce no Brasil, de 1º a 7 de fevereiro. E Goiás dá o exemplo de casa. Por meio do Governo do Estado, a OVG oferece, gratuitamente, o Programa Meninas de Luz, que abre caminho para uma vida mais digna a jovens grávidas, de até 21 anos, incluindo vítimas de violência e exploração sexual.

    Todo o trabalho leva em consideração que a gravidez na adolescência é um problema social grave, associado a fatores como vulnerabilidade social, falta de suporte familiar e abandono escolar. A maternidade precoce pode trazer riscos à saúde física, mental e social das adolescentes.

    “Nós entendemos que, para garantir um futuro melhor aos nossos jovens, principalmente aqueles de famílias em situação de vulnerabilidade social, precisamos ter um olhar especial voltado a eles. Por isso, o Meninas de Luz tem esse cuidado em trabalhar o planejamento familiar”, diz a presidente de honra da OVG, Gracinha Caiado.

    O programa oferece atendimentos psicossocial, psicológico e odontológico, além de oficinas de artesanato e de beleza, que trabalham o resgate da autoestima das jovens.

    Uma equipe formada por profissionais de diversas áreas trabalha temas relacionados a educação sexual, de como tomar conta de um bebê, planejamento familiar e direitos do cidadão. Antes do parto, as gestantes ganham um kit de enxoval para o neném e após o nascimento da criança, a jovem continua recebendo orientações sobre os cuidados com o filho até um ano após seu nascimento.

     Só em Goiânia, em 2019, o Meninas de Luz atendeu uma média mensal de 337 adolescentes e jovens gestantes, incluindo pós-parto e familiares. A iniciativa também acolhe e apoio mães nas cidades de Alto Paraíso, Cavalcante, Piranhas, Posse, Orizona, Pirenópolis, Vila Boa, Caldas Novas, Porangatu, Santa Helena de Goiás e Cidade Ocidental.

 Investindo no futuro

     Em setembro, a OVG assinou Termo de Cooperação Técnica com o Clube de Costura Mega Moda que beneficia adolescentes e jovens atendidas pelo Programa Meninas de Luz. Elas são capacitadas, gratuitamente, com cursos na área de moda, corte e costura.

     “Nossa intenção é ir além de ensinar os cuidados necessários com a gestação e o bebê. Nosso propósito é ajudar na construção de um futuro melhor para essas meninas que se tornam mães tão cedo, muitas abandonam a escola e têm dificuldades de uma colocação no mercado de trabalho”, diz Adryanna Melo Caiado, diretora-geral da OVG.

       Novas vagas

      O Meninas de Luz está com inscrição abertas. Para participar, as jovens devem ir pessoalmente ao Centro Social Dona Gercina Borges Teixeira, em Campinas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, e apresentar documentos pessoais (Carteira de Identidade e CPF), Cartão da Gestante ou exame de ultrassonografia, número do Cartão Fácil, comprovante de endereço atualizado e uma foto 3x4. Mais informações 62 3201-9501 ou através do e-mail gercina.borges@ovg.org.br.

  

Gerência Estratégica de Comunicação

e Marketing Institucional

(62) 3201-9482

www.ovg.org.br

SIGA A OVG NAS REDES SOCIAIS

Rua T-14, n° 249, Setor Bueno, Goiânia-GO, 74.230-130

© Copyright 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento