Notícias
OVG e Governo de Goiás acolhem siamesas
09/03/2020 17h02 - Atualizado em 16/03/2020 13h54

Elisângela Vieira Santos


       As gêmeas Laura e Laís estão cercadas de carinho e cuidados na Casa do Interior, unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), mantida pelo Governo do Estado. A equipe preparou um quarto especialmente para receber as meninas e a mãe delas, a dona de casa Liliane Silva Santos, 35 anos.


       É a segunda vez que as siamesas são acolhidas pela OVG. “Nos sentimos amparadas. Aqui nós temos comida na hora certa, banho, um quarto limpinho e ajuda nos cuidados com as meninas”, afirma a mãe das gêmeas, que vieram passar por exames no Hospital Materno Infantil (HMI).

       As meninas nasceram unidas pelo abdômen e bacia, compartilhando a genitália e os intestinos grosso e delgado. Elas estão com sete meses de vida e são de Piraí do Norte, Bahia. A família buscou tratamento aqui por saber que Goiás é referência em cirurgias de separação de siameses.


       A primeira hospedagem na Casa do Interior foi em agosto do ano passado. A instituição até confeccionou roupas sob medida para as gêmeas e fez campanha para arrecadar leite para elas. Por terem alergia a proteínas dos leites de vaca e soja, precisaram tomar uma fórmula especial e de custo elevado para os padrões da família.


       Com a ajuda de pessoas solidárias, as crianças receberam 100 latas de leite Pregomin. A doação foi importante para que elas ganhassem peso. Também foram arrecadadas fraldas descartáveis e itens de higiene pessoal. Acompanhadas da tia, Lina Soares dos Santos, 44 anos, as meninas ficaram na unidade da OVG por quase dois meses. Agora, a estadia será de uma semana.

       A cirurgia de separação das crianças está prevista para outubro desse ano. A mãe conta que o tratamento só está sendo possível graças ao suporte e ajuda que recebem aqui. “Quando elas nasceram, fiquei muito apreensiva. Não teríamos condições de bancar um tratamento como esse. Eu nunca tinha ficado em uma casa de apoio. Mas, tanto da outra vez, quanto agora, tem sido maravilhoso”, diz.


       As meninas estão sendo acompanhadas pela equipe do médico cirurgião pediátrico Zacharias Calil. Segundo o especialista, elas estão bem e devem voltar a Goiânia mais uma vez para a colocação de expansores de pele, antes da realização do procedimento cirúrgico. “O acompanhamento é realizado nestes casos até que as crianças completem um ano de idade, quando poderão passar pela cirurgia de separação”, informa.


       A presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, Gracinha Caiado, afirma que a família de Laura e Laís receberá todo o apoio necessário até a conclusão do tratamento. “Nós não podemos deixar de apoiar essa família em um momento tão delicado como esse. Nossa missão é cuidar das pessoas que precisam de ajuda”.

Atendimento

      A OVG oferece apoio ao cidadão do interior do Estado que vem a Goiânia em busca de tratamento médico, encaminhado pelas prefeituras ou entidades sociais. A Casa do Interior também é referência no acolhimento de casos de siameses. Nove famílias de gêmeos já ficaram hospedadas na unidade durante o tratamento no Hospital Materno Infantil.

                                                                                                 

Gerência Estratégica de Comunicação e              

Marketing Institucional

(62) 3201-9482

SIGA A OVG NAS REDES SOCIAIS

Rua T-14, n° 249, Setor Bueno, Goiânia-GO, 74.230-130

© Copyright 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento